domingo, 26 de fevereiro de 2012

O amor é um vicio

No começo do ano passado (2011) comecei novamente o curso de Inglês. Este ano a turma era diferente. Novas pessoas, novos rostos, velhos hábitos. Diferente das outras turmas, eles eram um pouco mais velhos. Todos da minha faixa de idade ou mais velhos. Pessoas de boa família com  bastante dinheiro e aquele ar de limpos e bonitos.
De rapazes era apenas eu e outro menino que até hoje não consegui decorar o nome, e o resto eram todas garotas. Garotas bonitas com roupas bonitas e que cheiravam bem. Todas eram muito encantadoras mas em especial uma. Ela tinha longos cabelos loiros, seu rosto era de um lindo branco que ficava ainda mais bonito com o azul de seus olhos. Seu nome era Fernanda. Quando a vi me admirei com sua beleza e conforme o tempo passava e ia ouvindo as suas conversas, vi que ela era diferente das outras, ela tinha assunto, ela era simpática, engraçada, ela era perfeita. Logo me apaixonei por ela e não conseguia tirar ela da cabeça.
Eu tinha que falar com ela. Tinha que convidar ela para sair. tinha que conquistar ela. Mas como? Sou apenas um ser humano comum enquanto ela estava acima de tudo isso.
Com o tempo fui vendo quem realmente era ela, via que ela não era o que eu pensava. Vi que na verdade ela estava no meio de toda a merda assim como eu, você e o nosso presidente da republica. Só queria tirar ela da minha cabeça, parar de pensar nela. Mas hoje é o segundo dia seguido que sonho com ela. Estou em crise de dependência, eu sou viciado e ela é a minha droga.

Nenhum comentário:

Postar um comentário